Refeições variadas e produzidas com ingredientes de qualidade.

“PACK FAMÍLIA”

a partir de

15€

Conheça também o nosso

MENU SEMANAL

  • Instagram

Situado em Belas, o restaurante Favas.come, tem ao longo dos últimos anos sido uma excelente alternativa para as refeições dos alunos do estabelecimento de ensino que se situa em frente ao mesmo.

OS NOSSOS SERVIÇOS

 

MENU ESTUDANTE

Para os alunos temos à disposição um “menu estudante”.

Este menu, tem um custo de 6.50€.

O menu é composto por: sopa de legumes,

prato de peixe, carne ou dieta (escolha prévia),

bebida (água ou limonada natural) e

sobremesa (fruta sempre, opção de salada de fruta à quarta feira, opção de doce à terça e sexta feira).

* Dadas as novas regras da DGS, no seguimento desta última fase que temos vivido com o novo Coronavirus, adotamos novas medidas para a segurança de todos.

Assim, as inscrições para que possam almoçar no Favas.come estão abertas, e deverá contactar-nos a fim de podermos planear o número de estudantes inscritos e os lugares sentados.

O restaurante tem uma capacidade de 50 lugares, pelo que, nesta nova fase, iremos apenas sentar 25 de cada vez.

 
Image by Brooke Lark

A Nossa História

A história do Favas.come (e se a quisermos pensar desde a sua forma embrionária), começa talvez em 1992, altura em que eu, com apenas 17 anos comecei a ganhar o gosto pela arte de cozinhar.

 

Lembro-me, de com o meu primeiro ordenado num trabalho de verão, ter investido uma parte do mesmo, num livro de culinária, o “Pantagruel”. Sem fotografias ou desenhos, o Pantagruel era um mundo que eu tinha muita vontade de desbravar (tanta vontade, que em plena adolescência, e mesmo de fim de semana sozinha em casa, recordo-me de ter declinado convites para saídas fortuitas à noite, porque me tinha decidido a fazer… rissóis!).

A vida académica e profissional levou-me para outros caminhos distintos, e cozinhar era apenas um gosto que partilhava com a minha família e amigos. Gostava muito de receber em casa, e mesmo sem “ocasiões especiais” organizava jantares onde elaborava diversas iguarias que aparentemente agradavam a todos os convivas.

Num destes jantares, e porque tinha a arca congeladora cheia de favas (oferecidas por uns tios com uma quinta no Ribatejo e que me abasteciam dos mais diversos legumes e leguminosas), resolvi fazer favas com chouriço para entrada. Foi um sucesso tal, que essa entrada passou a ser quase tradição em cada um destes convívios. E de cada vez que um dos meus amigos fazia também um jantar ou festa em sua casa, pedia-me que levasse as ditas favas.

Das favas a outras iguarias, foi um pulinho. Porque amigo, chama a amigo, de quando vez já era hábito ter encomendas de amigos, ou amigos de amigos para as ditas favas ou outros pratos. E porque as favas eram já “quase” famosas, e todos me diziam “devias abrir um restaurante”, uma amiga disse-me um dia :

 

- Quando tiveres o teu restaurante, tem de ter no nome “favas”.

 

Em 2012 começo a fornecer comida para este tipo de situações mas ainda de uma forma amadora (cozinhava em casa), e em 2015 crio uma página no Facebook a que, fazendo a vontade à minha amiga, dou o nome de “Favas.come”.

Em 2018 surge a ideia de abrir o espaço físico, muito vocacionado a servir os alunos do colégio que se situa em frente ao restaurante uma vez que a área geográfica onde está inserido pouco mais tem, para além do colégio em si. Desta forma, e visto que o público alvo seriam crianças e adolescentes, ponderei o nome. Favas, não era definitivamente um chamariz a clientes de tão tenra idade… No entanto, não quis apagar a (apesar curta) história, e mantive.

Curiosamente pegou. E curiosamente, há já muitos casos de quem não gostava de favas, e passou a gostar (entre miúdos e graúdos).

Continuo a ser uma amadora.

Não tenho um curso de cozinha, a anos luz de ser uma Chef.  Leio e pesquiso muito. Vejo diversas receitas de um mesmo prato, e faço muitas vezes uma compilação de várias. E em modo,  uma pitada daqui, uma pitada dali, crio por vezes uma receita à minha maneira.

Continuo a ser uma amadora.

Não  tenho um curso de cozinha, longe, longe de ser uma Chef. Mas tudo o que faço, faço com amor, e em regra até acho que me sai bem.

Continuo a ser uma amadora.

Não tenho um curso de cozinha, mas um dia vou tirar um. Gostava de aprender e aperfeiçoar mais.

Até lá, sou a amadora, que quer continuar esta ainda curta caminhada, e a servir os meus clientes (miúdos e graúdos), e com ou sem curso de cozinha, sempre, sempre com amor.

 
 

TAKE-AWAY

LIGUE +351 936 510 318

 

OU

 

ENVIE MENSAGEM VIA WHATSAPP

RECOMENDAMOS ENCOMENDA ANTECIPADA